05 setembro 2015

Vereador denuncia gastos de R$ 75 mil da prefeitura para ornamentar Clube: “apenas por uma tarde”

Nesta terça-feira (01), o vereador Uberdan Cardoso (PT) apresentou uma denúncia envolvendo mais uma vez à prefeitura municipal: de acordo com o documento do TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) do Estado da Bahia, R$ 75 mil reais teriam sido gastos na decoração e ornamentação do espaço para o evento da prefeitura ‘Mulher em Cena’, realizada no dia 27 de março das 14h às 19h. Uberdan relatou que o documento não é forjado, não se trata de uma perseguição à administração e ele está fazendo seu papel enquanto membro do Poder Legislativo. “Estou mostrando que a Secretaria de Ação Social do município pagou para decorar e ornamentar o Clube dos 1000 em um evento do dia 27 de Março à empresa chamada ‘Só Festa’ o valor de R$ 75 mil reais apenas por uma tarde. Estou ansioso por uma explicação”, solicitou.
  1. (Documento registrando o gasto)
Contrastes na sessão da Câmara Itinerante: O edil citou também a primeira sessão do projeto Câmara Itinerante realizada na última segunda-feira (31) no Bairro Irmã Dulce, na qual os jovens e cidadãos abordaram reivindicações de melhorias para a localidade. O vereador relatou que um preposto da Prefeitura Municipal defendeu o prefeito e acabou desrespeitando mais uma vez a população quando falou à Rádio Andaiá FM que as pessoas inscritas para falar faziam parte da oposição ao prefeito Humberto Leite e acompanharam outro grupo na gestão passada, como por exemplo, Manoel Missionário, dentre outros. “O espaço ontem estava livre para qualquer cidadão se inscrever, as pessoas não foram escolhidas para falar, inclusive o presidente da Câmara que selecionou os inscritos, perguntei sobre os critérios utilizados, ele falou que algumas pessoas já estavam inscritas, pedi incluir o Manoel Missionário porque ele era o presidente da única creche que o Bairro Irmã Dulce e que faz parte do Movimento 11 de Dezembro, a qual foi custeada pela Igreja Católica por muito tempo, o interessante é que o convênio está atrasado e o professor dessa unidade está há quase 3 meses sem receber o salário porque a prefeitura que repassa os recursos ainda assim atrasa, agora paga R$ 75 mil para ornamentar um Clube apenas por uma tarde”, apontou.
Estado das Unidades de Saúde do Bairro Irmã Dulce e Canal do Mutum: Uberdan também abordou em entrevista à Rádio Andaiá FM que o posto de saúde (PSF) da localidade onde foi realizada a sessão itinerante é uma área vazia, onde até a placa que constava a data de término das obras foi retirada não mostra na realidade nem o início dos trabalhos. “Sumiram com a placa porque o espaço está vazio. O Canal do Mutum está lá, uma senhora comentou ontem que até um rato chegou a entrar na sua panela”, denunciou.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...