13 agosto 2014

S. A. de Jesus: Sem acesso a internet, população se manifesta contra empresa prestadora do serviço

Uma operadora de internet na cidade de Santo Antônio de Jesus, a MMA Internet e Sistemas, têm causado insatisfação ao seu usuário. Segundo o cidadão de prenome Djalma, residente no bairro do Amparo, que esteve em contato com a Andaiá FM, disse que nos últimos meses a operadora chega a ficar fora de área várias vezes durante o dia. Segundo informou o denunciante, é constante a queda de sinal ou lentidão no fornecimento, “pagamos por uma coisa que não funciona. Quando contratamos o serviço eles falam tanto em qualidade, preconizam tantos serviços e é precária, do atendimento a qualidade do serviço”, fala. Outro grande problema, segundo o cidadão, é o congestionamento na central de atendimento, que quando existe uma pane no sistema o serviço de reclamação fica indisponível para o usuário, “tenho várias queixas de má qualidade da internet e quando ligo para reclamar tenho que ficar esperando mais de 1h na linha ou o serviço está indisponível. Sem falar que quando somos atendidos somos recepcionados por funcionários que nos trata com frieza”, comenta indignado. Ainda de acordo Djalma, na última semana teve várias perdas por conta do mau funcionamento e já permanece por mais de 24h sem o acesso, “eles falam tanto em tecnologia e não conseguem resolver esse assunto. O meu problema já se arrasta há mais de nove meses, não é só uma questão de pane como a empresa nos fala. É só mais uma desculpa. Isso ocorre constantemente. Eu só peço uma posição dos proprietários da empresa, concluiu.

Veículo colide na traseira de ônibus coletivo em Santo Antônio de Jesus

Um acidente envolvendo um veículo de passeio e um ônibus de transporte coletivo urbano da empresa Lorentur, placa policial DJF 2060, licença de São Paulo, na noite desta terça-feira (12), na Rua Rui Barbosa, em frente ao mercado Fruto da Terra em Santo Antônio de Jesus. De acordo com informações da SMTT (Superintendência Municipal de Trânsito e Transportes), a colisão ocorreu por volta das 18h30. O motorista Valter Silva Araújo pilotava o carro Grand Siena, placa policial OZC 8414, licença de Santo Antônio de Jesus. Valter contou a reportagem do Voz da Bahia que ele não percebeu o momento exato que o ônibus freou em sua frente. "Sair da Coelba e me dirigia a minha residência, foi tudo muito rápido não deu para evitar”, disse. Com impacto da colisão, o veículo de passeio teve a frente destruída. No ônibus a marca de alguns arranhões no para-choque. Não houve ferido, apenas o susto, os motoristas passam bem.

Ônibus colide em barraca de cachorro-quente na Praça Padre Mateus em Santo Antonio de Jesus

  • Na noite desta terça-feira (12), por pouco não acontece uma tragédia no centro de Santo Antônio de Jesus. Um ônibus que faz o transporte coletivo no município colidiu em uma barraca de cachorro-quente situada na Praça Padre Mateus. Segundo informações de internautas, o ônibus parou em um ponto que existe ao lado da barraca para deixar passageiros e quando foi sair, acabou batendo e destruindo parte do comércio. Havia pessoas no local, no momento do ocorrido, porém ninguém ficou ferido. A Polícia Militar esteve no local para fazer a ocorrência.
  • -

  • Praça Padre Mateus
  • Parte da barraca destruída

S. A. de Jesus: Em vídeo, mototaxista desabafa contra forma de legalização das motos na SMTT. Assista

A questão da regularização das motocicletas de Santo Antônio de Jesus está dando o que falar. A SMTT (Superintendência de Trânsito e Transporte) do município já informou que está realizando a operação Pente Fino, a fim de retirar todas as motos consideradas clandestinas por não estarem registradas no sistema do órgão. Dentre muitas reclamações sobre o assunto, o mototatista Antônio Carlos Barbosa, conhecido como Totinho, que também é música e sindicalista divulgou um vídeo nas redes sociais contando uma situação que aconteceu com o mesmo. Demonstrando uma grande indignação, ele diz que alguns agentes chegaram à empresa em que trabalha e recolheram os seus documentos, mandando que comparecesse no órgão. “Ao chegar lá mandaram que eu pintasse a moto de verde para ficar legalizada e assim teria meu documento novamente”, frisou. Antônio explanou que esses trabalhadores compram suas motos e dividem em várias vezes para poderem trabalhar e ganhar o pão de cada dia, paga IPVA, tira habilitação e paga as parcelas em dia, mas ainda assim não podem trabalhar. O que está sendo reivindicado por Totinho é a exigência da SMTT, que, conforme ele, cobra mais de R$ 700,00 para liberar a moto apreendida ou R$ 1mil para legaliza-la. Ele relatou: “Trabalhamos o dia inteiro para conseguir R$ 40,00 por dia e R$ 700 a R$ 800 por mês, então não temos como conseguir esse dinheiro num dia só”. O mototaxista disse não ser contra a legalização desse trabalho, mas sim da forma como é feita, pois, para ele, se a Prefeitura Municipal usasse apenas uma adesivo identificando esses veículos seria menos prejudicial para a categoria.
Confira abaixo o desabafo do mototaxista revoltado com a SMTT em Santo Antônio de Jesus:

Leitor flagra motorista dirigindo Patrol na contramão no centro de S. A. de Jesus

Um fato inusitado chamou a atenção dos moradores de Santo Antônio de Jesus na manhã desta terça-feira (12), por volta das 8h30. Um internauta do Voz da Bahia flagrou um motorista dirigindo uma Patrol na contramão na Rua 7 de Setembro sentido a Praça Padre Mateus, no centro da cidade. “Por pouco não acontece um acidente, ficamos assustados ao ver um trator daquele tamanho andando no sentido contrário. Onde estão guardas de trânsito que não coibiu uma ação desse tipo?”, questiona a leitora. Vale lembrar, que há muito tempo o tráfego foi modificado naquele local. Será que o condutor não tinha informações que era proibido transitar naquela avenida, ou ele era um tremendo ‘cara de pau’, já pensou se ocorresse um acidente? Afinal, perguntar não ofende?

  1. Patrol na contramão na Rua 7 de Setembro

10 agosto 2014

S. A. de Jesus: Sem medicação nos postos, mulher faz denuncia que secretaria pede para ela fazer cotação de medicamentos

Em contato com a rádio Andaiá FM uma cidadã de prenome Sâmila, residente no Bairro do São Benedito, falou a respeito da falta de medicamento e suplementos oferecidos pela Secretaria de Saúde do município de Santo Antônio de Jesus. Segundo informou a denunciante, sua filha sofre de restrição alimentar e por esse motivo necessita fazer uso de um leite especial que é distribuído gratuitamente pelo município.
No entanto, ao se dirigir a Central de distribuição do município, a mesma foi informada de que o suplemento estaria em falta e que era necessário fazer uma cotação para que o medicamento fosse entregue, “eles querem que eu, uma cidadã que não trabalho para a prefeitura nem para a secretaria, faça a cotação para que o leite fosse entregue”, relata. Ainda de acordo com a denunciante, o suplemento é vendido nas farmácias e tem um valor muito elevado e que vem fazendo uso de placebo para poder alimentar sua criança, “não sei mais o que fazer já que o órgão competente não me dá uma posição de quando o leite estará sendo entregue. Para alimentar minha filha tenho feito uso de água e farinha láctea sem lactose. Não tenho condição de comprar o leite em uma farmácia por ser muito caro”, complementa. A cidadã pede para que a secretaria de saúde do município viabilize esta situação para que o suplemento alimentar esteja sendo entregue o quanto antes.

07 agosto 2014

S. A. de Jesus: Sem coleta há mais de 1 ano, campo de futebol se transforma em lixão, diz morador

Em contato com a Recôncavo FM na manhã desta quinta-feira (07), um cidadão que preferiu não se identificar, fez uma denuncia a respeito do lixo que está acumulado há mais de um ano em uma região do bairro Rádio Clube, em Santo Antônio de Jesus. Segundo o denunciante, a coleta não é feita na localidade e vem causando transtorno e desconforto devido a quantidade de detritos acumulados em uma quadra de esportes. Ainda de cordo o cidadão, o local foi designado pela empesa responsável pela coleta, “um ano sem coleta de lixo, a sujeira só vem acumulando no campo de futebol. Eles mandaram colocar no local e disseram que  viriam fazer a retirada. O campo foi transformado em lixão”, fala indignado. Os moradores da localidade pedem providências das autoridades políticas e do  município diante do assunto.

Banco dá cartão com limite de R$ 1 para cliente

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal condenou o Banco do Brasil a indenizar em R$ 800 uma jovem de 21 anos que recebeu um cartão de crédito com limite de R$ 1. A decisão é em segunda instância e não cabe mais recurso. O G1 procurou o banco mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem. À Justiça, o banco alegou que "não houve ato ilícito" e negou que tenha disponibilizado apenas R$ 1 de limite. A estudante Bárbara Alves, moradora do Areal, perto de Águas Claras, diz que tentou fazer a primeira compra com o cartão quando foi buscar o cachorro doente em uma clínica veterinária. Foram três tentativas de pagar R$ 200, mas a transação não foi autorizada. "Tive que deixar ele no pet shop e voltar para casa. Minha mãe então me deu o dinheiro e voltei depois para buscar ele", diz. "A gente fica com vergonha. Se não tivesse [a mãe para ajudar], o cachorro teria que ficar lá e seria mais contrangedor." A jovem conta que já havia desbloqueado o cartão e que, depois de deixar o cão em casa, foi até o banco tirar o extrato para descobir qual era o problema. Foi então que ela viu que o limite do cartão era de apenas R$ 1."Eles me mandaram uns cartões e disseram que o limite era R$ 700", disse. "Quando fui no banco a primeira vez, eles não quiseram fazer nenhum acordo, disseram que não tinham nenhuma obrigação. Depois, disseram que o banco coloca R$ 1 para todo mundo e que depois eles analisavam se aumentavam o limite ou não."
Incentivada pelos pais, a jovem não hesitou em brigar na Justiça. O banco ganhou a causa em primeira instância, mas Bárbara diz que tinha certeza que poderia ganhar e disse para a advogada recorrer.
Na decisão de segunda instância, que foi unânime, o juiz relator do caso afirmou que houve o descumprimento dos serviços contratados. Além disso, afirmou que, independentemente de culpa, a indenização deve ser paga pela indignação e pelo aborrecimento que a cliente passou na "tentativa frustrada" de fazer uma compra com um limite "risível".
"Acho muita sacanagem, muita falta de respeito. Não gostei da atitude deles. É uma vergonha para a gente, diz que tem limite, pode passar e não funciona", diz. "Tentaram te enganar, você vai lá e faz isso com todo mundo? As coisas não são bagunçadas assim, não", afirmou.
Bárbara diz que o banco já aumentou o limite do crédito do cartão para R$ 730 e que o usa normalmente. A jovem diz que já tinha outro cartão de crédito e que abriu uma conta no Banco do Brasil para receber o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Com os R$ 800 de indenização que o banco foi obrigado a pagar, Bárbara diz que vai pagar algumas parcelas do cursinho pré-vestibular que ela faz para tentar passar em um curso de medicina.

Buracos tomam conta de ruas e avenidas de Stº. Antº. de Jesus

Os buracos de diversas ruas, bairros residenciais e avenidas de Santo Antônio de Jesus estão tendo destaque nas reclamações feitas nos rádios e sites da cidade. Nas redes sociais usuários tem criticado a administração pública, alegando ser uma falta de respeito com o povo, já que a situação está deplorável. Passando pela Rua do Expedicionário, uma das principais vias da cidade para chegar até o centro, a reportagem do Portal Voz da Bahia notou que há certa dificuldade no tráfego devido aos buracos, classificados pela população como “crateras”, que estão por toda parte. Em contato com nossa redação, condutores de motos e carros têm se queixado muito desse problema que afeta também as ruas Calabar, Avenida ACM e Av. Juracy Magalhães. Na noite desta quinta-feira (31), os motoristas estavam tendo dificuldade ao passarem pelas avenidas citadas acima, já que com a água da chuva era praticamente impossível perceber os buracos, que se escondia embaixo das "lagoas". "Nossa cidade está totalmente entregue aos buracos, onde está o dinheiro público destinado para a infraestrutura do município? Onde estão os políticos que pediram votos na eleição?", questionaram. Algumas pessoas relataram que estão tendo prejuízos semanais com os veículos. Até o momento nenhum órgão público deu uma resposta a população sobre essa problemática que aflige toda população Santoantoniense. 
  1. Buracos na Rua do Expedicionário
  2.  Avenida ACM em frente ao Colégio 

Cinquentinhas terão que ser habilitadas e registradas na SMTT, em Santo Antônio de Jesus

Um projeto de Lei que obriga os usuários das motos conhecidas como “cinquentinhas, por terem velocidade máxima de 50km/h, a terem registro de licenciamento de ciclomotores foi aprovado ontem (4) pela Câmara Municipal de Santo Antônio de Jesus. A proposta foi apresentada pelo vereador Marcos Muniz com base no artigo 129 do Código Brasileiro de Trânsito. Com a aprovação, ficou determinada a obrigação do registro e do licenciamento das “cinquentinhas”, além do emplacamento e do uso obrigatório de capacete para os condutores dos veículos. Os proprietário dos ciclomotores terão um para fazer a regularização do veículo a partir da vigência da lei. O projeto segue agora para a sanção do poder executivo municipal, responsável pelo gerenciamento do trânsito em Santo Antônio de Jesus. “Precisávamos disciplinar o uso deste tipo de veículo. Alguns condutores livres da identificação costumam circular sem capacete, estacionar em locais proibidos, ultrapassar semáforos colocando em risco a vida das pessoas”, declarou o vereador Marcos Muniz. Os vereadores esperam ainda que com a regulamentação haja também uma intensa fisalização por parte do poder público. "É uma lei federal, que já existe. O que fizemos foi reglamentar no município. Portanto, tem que ter forte fiscalização por parte da prefeitura para seu cumprimento", espera o presidente da Câmara, vereador Marcos Có.  Uberdan Cardoso lembrou que que a lei não é para punir os usuários. "A preocupação é social e o Código Nacional de Trânsito diz que não se deve pilotar sem habilitação", orientou.
Por causa da decisão, o ciclomotor será identificado por meio de um adesivo colocado  na estrutura do veículo de acordo com as especificações estabelecidas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O Vereador Sargento Vinicius sugeriu a implantação de uma Escola Pública Municipal de Trânsito em Santo Antônio de Jesus. "Tem em Itabuna e forma condutores responsáveis. Também sugiro a vinda de uma equipe do Detran ara apoiar no licenciamento dessas motos", opinou. De acordo com o texto, o registro e o licenciamento dos ciclomotores devem obedecer à regulamentação estabelecida em legislação municipal do domicílio ou residência de seus proprietários. O vereador Marcos Muniz espera ainda que a regulamentação ajude a reduzir o número de acidentes cometidos por alguns condutores das “cinquentinhas”. A Lei Municipal determina que os veículos tenham registro na Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), além de fiscalização pela prefeitura, Policia Militar e o Ministério Público. A partir da legislação, os condutores ficarão sujeitos a multas e medidas administrativas estabelecidas pela Código de Trânsito Brasileiro, em caso de infrações.

Santo Antônio de Jesus é citada em novela Geração Brasil da Rede Globo

O santoantoniense Luís Miranda ator e  humorista que vive Dorothy, um transgênero da novela Geração Brasil da Rede Globo, não negou as origens e citou o nome de sua cidade natal em uma de suas falas que foi ao ar na última segunda-feira (04). No episódio em que Brian, personagem interpretado por Lázaro Ramos que também é baiano, regride aos 14 anos e Jonas (Murilo Benício) faz ele voltar ao normal, Miranda lembra uma fala que provalvelmente era dita pelo avô, "como dizia seu avô de Santo Antônio de Jesus: seja macho e vá vestir a cueca agora!”.  (vídeo aqui)
Biografia
A superação de desafios é um ponto em comum entre a ficção e a vida de Luís Miranda. Nascido em Santo Antonio de Jesus na  Bahia, aos 14 anos, em Salvador, entrou precocemente no grupo da diretora Sônia Brito, que, até então, aceitava apenas maiores de idade. “Ela me achou talentoso e abriu uma exceção.” Até os 17, quando foi tentar a vida no Rio, ele seguiu no teatro. Ao chegar à capital carioca, para ganhar a vida, como tinha formação em dança, trabalhou como preparador corporal. Um ano depois, mudou-se para São Paulo, onde ingressou na Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (USP). Começou, então, a trajetória bem-sucedida como ator. Ainda na faculdade, ganhou prêmio revelação. O feito repetiu na peça de estreia, Angels in America, em que foi indicado ao prêmio de ator coadjuvante pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). O passo seguinte foi o grupo Teatro da Vertigem. Pela sua atuação em Apocalypse 1,11 recebeu a indicação ao Prêmio Shell.Mas foi pelo papel em Sob nova direção, da Globo, que conquistou as massas e foi levado a aceitar desafios no cinema, em filmes como Carandiru, de Hector Babenco; Bicho de Sete Cabeças, de Laís Bodanzky; e Meu nome não é Johnny, de Mauro Lima. O público verá, ano que vem, mais duas atuações do ator, que acaba de filmar Trampolim do forte, do cineasta João Rodrigues; e Quincas berro d’água, de Sérgio Machado. Outro projeto que manterá ao longo deste ano é o monólogo 7 conto, com esquetes de seus personagens, dirigido pela atriz Ingrid Guimarães. A peça já passou por Belo Horizonte com sucesso e, no fim do mês, retorna à capital para curta temporada (que inclui ainda a cidade de Contagem). Para quem gostou de vê-lo no papel de Alex, primo de Jean Charles, uma notícia quente: o ator acaba de ser sondado para a continuação do filme.

S. A. de Jesus: Segundo funcionário, corpos estão sendo necropsiados no escuro por falta de energia no DPT

De acordo com informações de um dos funcionários do DPT (Departamento de Polícia Técnica) de Santo Antônio de Jesus entrou em contato com a RBR (Rede Baiana de Rádio) e disse não estão conseguindo desempenhar suas funções. Um dos auxiliares, que não teve nome divulgado, informou que a situação está muito precária, explicando que para abrir os corpos não tem energia e todo procedimento é feito no escuro. Ainda segundo a fonte, há apenas uma gaveta funcionando e outras duas estão quebradas. “Colocamos dois corpos em uma só gaveta, um para cima e outro para baixo, mas é preciso melhorias urgentes, não dá para ficar no escuro”, concluiu.

29 julho 2014

SAJ: Cidadão reclama de buracos na cidade e diz que a administração está deixando a desejar na infraestrutura


Um cidadão identificado como Jefferson reclamou dos buracos que têm tomado conta da cidade de Santo Antônio de Jesus. De acordo com ele, as duas vias principais (Avenida ACM e Juracy Magalhães) estão totalmente tomadas pelos buracos, chegando a considerar as aberturas verdadeiras crateras. O Santoantoniense destacou ainda que as manutenções não são feitas com material de qualidade, o que causa a degradação do solo com o tempo, “talvez se fizemos um trabalho bem feito isso não aconteceria”, completou. Segundo Jefferson, a cada três meses o carro precisa ser consertado por que acaba quebrando com o tempo devido a esse problema. “Está mais do que na hora de resolver isso, pois o povo paga impostos para ter uma cidade boa. Quem chega pra visitar no São João, vê uma imagem falsa, gastam milhões nas festas, enquanto nós sofremos com isso tudo”, afirmou, acrescentando que a administração está deixando a desejar no que diz respeito a infraestrutura do município.

S. A. de Jesus: Canal do Mutum transborda e moradores perdem o pouco que tinham


Os moradores da área do Canal do Mutum, no Bairro Irmã Dulce em Santo Antônio de Jesus, lamentam as péssimas condições de saneamento e de infraestrutura no local. Eles reclamam que há mais de cinco anos o município não faz a limpeza do canal que está cheio de mato, capim e lixo. Nesta segunda-feira (28), os moradores da Rua J. Carlos tiveram suas casas invadidas pelo alto volume de água misturada com esgoto. Segundo Dona Marileide Tolentino, toda vez que chove forte ela perde móveis e objetos. “Minha filha está grávida de 8 meses e já passou mal várias vezes por causa desse mal cheiro”, disse Marileide. Jôse Carla falou ao repórter Hélio Alves que está cansada de reivindicar, pois sempre que chove abre-se mais um capítulo da novela do Canal do Mutum e ninguém toma uma providência. Questionada se algum preposto da Secretaria de Obras ou Defesa Civil esteve no local, Jôse afirmou que há mais de três anos nenhum funcionário das secretarias municipais comparece na Rua J. Carlos. O aposentado Aloisio dos Santos disse que estava dormindo e acordou assustado com o colchão encharcado de água. “Passei a madrugada inteira retirando móveis da cozinha, mesmo assim perdi um armário”, disse Aloisio. Segundo informações, a obra de macrodrenagem que está sendo realizada na comunidade não vai contemplar as últimas ruas do Bairro Irmã Dulce. Nossa equipe procurou os responsáveis pela Construtora Andrade Galvão, mas não teve sucesso. (Hélio Alves/Rádio Clube AM)

28 julho 2014

Após informe que menciona Dilma, responsáveis serão demitidos, diz presidente do Santander

Após a polêmica causada por um informe do banco Santander, veiculado nos extratos de clientes de alta renda, que apontava risco de deterioração da economia brasileira, caso a presidente Dilma Rousseff seja reeleita, a instituição financeira comunicou que os responsáveis pelo texto serão demitidos. A medida ainda não tem prazo para ocorrer, porque o Santander ainda apura internamente o caso. Segundo o presidente mundial da empresa, Emilio Botín, o informe não é do banco, mas de um analista.  Ainda segundo Botín, o dirigente da companhia no Brasil, Jesús Zebalza, prestou esclarecimentos sobre o caso à Dilma e a outras autoridades.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...