28 setembro 2015

Advogado se diz preparado para candidatura a prefeito de S. A. de Jesus

Com 2016 se aproximando, pré-candidatos a prefeitura da cidade de Santo Antônio de Jesus vem surgindo, pincelando assim a política no município. Em visita ao Portal Voz da Bahia, o ex-secretário de esportes, ex-vereador, professor e advogado, Hernani Mercês (PV) disse estar preparado caso seu nome surja dentro do grupo para assumir a gestão do município. Com intensas mudanças no palco politico da cidade, Mercês disse estar olhando as “nuvens” e vê as antecipações de pré-candidaturas como normal, já que cada um dos interessados devem ter propostas para cada cidadão. Em um olhar crítico, Hernani disse que o gestor de uma cidade deve ser presente integralmente se livrando da arrogância e prepotência e que cada personagem politico vislumbra algo a seu favor independente se haverá divergências, “cada um que se inteira no papel de administrar tem uma missão. O prefeito Humberto Leite tem a dele e está exercendo seu papel, foi para isso que a população confiou seu voto e é para tal que ele foi eleito”, colocou.
Antecipações da eleição de 2016: O advogado também salientou que cada indivíduo que deseja ter papel de protagonista nas eleições deve investir se mostrar e acrescentou estar bem preparado caso seu grupo o defina como candidato a prefeito, “só quem não entende a importância desse papel é quem não quer ser. Existe uma diferença entre ser e querer e para ser é preciso estar preparado e ter apoio. Eu não teria problemas, por preparado estou. Tenho currículo, gabarito para administrar uma cidade”, garantiu. Arguido de que se lançaria candidato, o ex-secretário disse que precisa do apoio de seu grupo que é liderado pelo ex-prefeito Euvaldo Rosa (sem partido), “eu deixo meu nome em apreciação, no entanto dependo de meus colegas. Não basta ser candidato, é preciso viabilidade econômica e uma aceitação”, pontuou.
Rogério x Humberto: Em sua avaliação da atual gestão do município, Hernani se refutou estimar a administração do prefeito Humberto Leite, “ele não é meu aluno”, gracejou, mostrando que é preciso avaliar o homem e o político, “ele precisa melhorar principalmente em sua estrutura. Ele mistura politica com gestão e fica confuso. Precisa de bons assessores”, salientou. A respeito de Rogério Andrade, Mercês disse que ele pleiteou seu caminho e hoje quer retomar a velha origem, ressaltando o fato de que Andrade nasceu dentro do grupo de Euvaldo Rosa, “na politica não existe traído e traidor. Existem lugares onde você se sente bem, por isso há mudanças. No tabuleiro politico as peças se movem e se ficam paradas é porque a estratégia é dar um cheque mate”, disse. O ex-secretário reafirmou sua direção acompanhando a liderança do ex-prefeito Euvaldo Rosa.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...