08 maio 2013

5 proibições bizarras que já foram decretadas no mundo


A gente já sabe que é contra lei beber e dirigir, bater em alguém no meio da rua, assaltar bancos e afins. Essas são proibições meio óbvias, na verdade. 
5 proibições bizarras que já foram decretadas no mundoMas e as leis mais bizarras do mundo? Você já sabe quais são? Confira a lista a seguir e morra de rir, especialmente se você não mora nestes lugares e não pretende visitá-los em breve.

1 – É proibido jogar vídeo games na Grécia



A decisão foi tomada em 2002, quando esse país decidiu banir todo e qualquer tipo de jogos eletrônicos. A lei entrou em vigor com a intenção de diminuir os problemas trazidos por jogos de “azar” e foi considerada inconstitucional, mas ela ainda existe e o governo grego parece não ter muito interesse em mudar a situação.


2 – É proibido viajar no tempo

Pelo menos se você estiver na China. Mas calma, o que está proibido é só a reprodução de conceitos de viagens no tempo, como em filmes e revistas. O governo chinês resolveu tomar essa medida devido ao grande volume de material abordando o tema, que foi classificado como responsável pela criação de mitos e promoção de feudalismo, superstição, fatalismo e reencarnação.


3 – Nada de ser emo na Rússia
O governo do país bebedor de vodca definiu o estilo emo como responsável por atos inconsequentes entre os jovens daquele país, além de comportamento estranho, mudança radical no visual e suicídio. A mudança legislativa ocorreu em 2008 e, se tudo der certo, a cultura emo terá acabado na Rússia por volta dos anos 2020.


4 – É proibido reencarnar na China
Se você estiver preocupado com a sua reencarnação, providencie tudo e garanta que ela não ocorra em território chinês. Lá, existe uma lei que determina que a reencarnação seja autorizada pelo governo. Isso tem sido um grande problema aos monges tibetanos, os quais consideram a lei uma tentativa de diminuir o poder de Dalai Lama, que aos 77 anos se nega a reencarnar no Tibet enquanto ele for de domínio chinês.


5 – Usar celular em Cuba? Nem pensar!
Durante seu governo, Fidel Castro proibiu o uso de celulares em Cuba. Somente quem trabalhasse com questões internacionais ou para o governo de Fidel estava autorizado a usar celulares. A proibição, segundo ele, acontecia porque se tratava de “sacrifícios necessários” na “batalha de ideias” contra os EUA. A lei só teve fim quando Raul Castro assumiu o controle do país, em 2008.


FONTE: Mental Floss

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...