13 dezembro 2012

Inglesa desenvolve alergia ao próprio filho

O nascimento de Emmanuel era muito aguardado. Mas para a mãe, Zuleika Closs, ele veio acompanhado de um fato insólito: a moradora de Falmouth(Inglaterra) desenvolveu alergia ao próprio filho
Aos cinco meses de gravidez, começaram a aparecer bolhas na pele de Zuleika.
"Começou a ficar insuportável. As bolhas pareciam urticária no início, mas se espalharam rapidamente e se tornaram escuras e vermelhas", contou a inglesa, de acordo com o "Daily Mail".
Os médicos tentaram tratamento com antibiótico e calamina. Não deu certo. Então, apresentaram um diagnóstico: sarna. Durante a gravidez, Zuleika teve que se expor a inseticida.

Quando Emmanuel nasceu, a mãe evitava contato com a pele do bebê, a fim de evitar que passasse o problema para ele.

"O contato de pele é muito importante para recém-nascido, mas eu não queria que ele pegasse a doença", contou.

Quando o filho nasceu, as bolhas sumiram. Zuleika, então retomou o contato com o filho. E, assim, o problema regressou.

Finalmente, um médico apresentou um novo e definitivo diagnóstico: Zuleika é alérgia ao seu bebê - dermatose gestacional.

"Eu não pude acreditar no que ele estava me dizendo. Eu era alérgica à minha gravidez. Soou bizarro", disse a inglesa, que está se tratando a doença autoimune.

A dermatose gestacional afeta uma em cada dois milhões de gestações e pode ser mais severa em uma futura gravidez.

A doença pode ainda acompanhar Zuleika nos próximos meses. Algumas marcas das bolhas, entretanto, não sumirão jamais. 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...