05 abril 2018

Lula não deve se entregar, defendem aliados

Lula não deve se entregar, defendem aliados
Parlamentares petistas convocaram militantes para uma mobilização em São Bernardo do Campo na noite desta quinta-feira (5) contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Há aliados do petista que defendem que ele não se entregue. Alguns, como a deputada Maria do Rosário (RS), se manifestaram publicamente. No Twitter, ela afirmou que "prender Lula é uma obsessão para alguns". Ela defendeu que o ex-presidente não se entregue em Curitiba, como determinou o juiz Sergio Moro.  "Lula e advogados decidirão e têm meu apoio, mas não creio, por ser inocente, que Lula deva se entregar em Curitiba", diz a publicação. Líder do PT na Câmara, o deputado Paulo Pimenta (RS) disse em uma rede social que a decisão foi política e culpou a imprensa por pressionar a Justiça. "Foi uma decisão política, uma vez que alguns ministros optaram por rasgar a Constituição e aceitar a pressão da Globo para tentar inviabilizar Lula. O nome disso não é Justiça, é política", afirmou Pimenta. Lideranças de esquerda convocaram militantes nas redes sociais para uma mobilização no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo. "Diante da decisão do juiz parcial e arbitrário Sergio Moro, resistiremos", disse o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) em sua conta no Facebook. Com informações da Folhapress.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...