29 junho 2017

iPhone completa dez anos: lembre o que mudou

iPhone completa dez anos: lembre o que mudou
Quando o primeiro iPhone foi lançado, em 2007, ninguém imaginava que novas funcionalidades estavam por vir para revolucionar o mundo dos smartphones. O primeiro celular da Apple tinha uma tela de 3,5 polegadas, câmera de 2 megapixels e memória interna de 8 GB. O iPhone original foi anunciado por Steve Jobs no dia 9 de janeiro de 2007, mas só chegou às lojas nos Estados Unidos em 29 de junho daquele mesmo ano. Desde o primeiro iPhone, a Apple já apresentou 14 variantes dos celulares e vendeu mais de 1 bilhão de unidades pelo mundo. O Tech Tudo reuniu uma lista de modificações que foram sendo implantadas. O design do aparelho já passou por muitas mudanças, mas uma característica sempre presente são os botões físicos. A Apple mantém até hoje os botões de volume, de bloqueio e a tecla de início. A novidade do iPhone 7 é que o botão de início se tornou touch. No iPhone 7, a Apple alterou a saída de áudio no padrão P2, obrigando os usuários a utilizar o fone com conector Lightning ou com um adaptador. O iPhone original também precisava de um adaptador para conectar o acessório. A entrada padrão de 3,5 mm só foi usada no iPhone 3G, em 2008.
As cores do aparelho e o material também evoluíram. O original era feito em policarbonato, um tipo de plástico e estava disponível apenas na cor cinza. O modelo mais recente agora é feito em alumínio e está disponível nas cores ouro rosa, dourado, prateado, preto matte, preto brilhante e vermelho. O primeiro pesava apenas 135 gramas e o último modelo, o iPhone 7 plus, pesa 188 gramas. A tela com funcionalidade touch screen foi uma das principais novidades introduzidas pelo iPhone no mercado de celulares. O primeiro iPhone tinha display de 3,5 polegadas, com resolução de 320 x 480 pixels e densidade de 160 pixels por polegada.
Já o iPhone 7 tem tela com alta definição, com tecnologia IPS: 1334 x 750 pixels, gerando uma densidade de 326 ppi. Sua versão Plus tem 5,5 polegadas, resolução Full HD (1920 x 1080) pixels e 401 ppi. A câmera dos smartphones da Apple também deram um salto. O iPhone original tinha somente uma câmera traseira de 2 megapixels, com resolução de 1600 x 1200 pixels. Dez anos depois, o iPhone 7 tem a câmera como um dos seus destaques. As novidades são o sensor traseiro de 12 megapixels, com abertura f/1.8. Na versão Plus, a câmera traseira é dupla, com sensores de 12 MP e lentes grande-angular de abertura f/1.8 e teleobjetiva de f/2.8. Os usuários podem fazer gravação de vídeos em 4K a 30 frames por segundo ou em HD a 30 fps ou 60 fps. Os aparelhos ainda possuem flash LED, foco automático, modo HDR, estabilização automática, controle de exposição e Live Photos. Entre as mudanças também estão a capacidade de memória e a duração da bateria. A Apple disponibiliza hoje versões de 32 GB, 128 GB e 256 GB, sem a possibilidade de expansão via microSD. Em 2007, o iPhone tinha apenas 8 GB de espaço. A bateria do smartphone melhorou, o iPhone 2G tinha bateria de 1.400 mAh, com autonomia de 8 horas em ligações ou dez dias em standby. Hoje, o iPhone 7 possui bateria de 1.960 mAh, com duração de até 12 horas no 4G. Já o iPhone 7 Plus tem 2.900 mAh de bateria, com duração de até 13 horas em 4G. O preço dos aparelhos sofreu alterações diferentes no Brasil e nos Estados Unidos. O iPhone 2G custava nos EUA US$ 499, na versão de 8 GB, o valor era equivalente a R$ 1.000, pelo câmbio da época.
O iPhone 7 custa atualmente US$ 199, o que dá por volta de R$ 660. No Brasil, o celular custou oficialmente R$ 3.499 com 32 GB, e pode chegar a R$ 4.299 se o consumidor quiser armazenamento de 256 GB. Com display maior, o iPhone 7 Plus custa a partir de R$ 4.099. O Tech Tudo destaca que, considerando apenas os valores nominais, sem levar em consideração a inflação do período, a impressão que fica é de que o iPhone caiu de preço nos Estados Unidos, enquanto ficou mais caro no Brasil. (Noticias ao Minuto)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...