11 março 2017

Após massacres, governo afirma que presídios precisam de reforma

Após massacres, governo afirma que presídios precisam de reforma
Com déficit de 3.557 vagas na população carcerária, o Rio Grande do Norte declarou que todas as unidades prisionais precisam de reforma, em anúncio encaminhado à Procuradoria Geral da República, nessa sexta-feira (10). Atualmente, há 8.231 detentos instalados nos presídios do estado. As informações do G1. "Todas as unidades prisionais do Estado do Rio Grande do Norte necessitam de reforma ou de ampliação para atender às normas da Resolução 09/2011, do CNPCP. Entretanto, apesar de não haver ainda um diagnóstico estrutural completo e unificado, há vários projetos em andamento com a finalidade de reformar ou ampliar as unidades existentes, adequando-as às normas vigentes", diz uma das respostas ao questionamento do PGR. No mesmo dia, a administração estadual anunciou que duas novas unidades serão construídas no município de Santana do Seridó. A primeira delas, a capacidade será para 603 presos, totalizando 1.206 novas vagas, e a Cadeia Pública de Ceará-Mirim, que também está sendo construída com capacidade para mais 603 detentos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...