04 novembro 2014

Vereador de S. A. de Jesus rebate acusações de colega e diz: "Não sei para que todo esse desespero"

A Câmara de Vereadores de Santo Antônio de Jesus nunca teve uma eleição para presidência tão polemizada, quanto a atual. No início, a reclamação era devido a data escolhida para realização, já que o vereador Albino Martins, vice-presidente, está internado em Salvador após sofrer um infarto. Agora, o que mais se fala é sobre oscandidatos Uberdan Cardoso e Cristiano Sena, que são do Partido dos Trabalhadores e estão sendo apoiados por grupos diferentes, sendo um do atual prefeito e outro do ex-prefeito. Nesta segunda-feira (03), o presidente do partido negou que tenha acontecido qualquer tipo de acordo para que o apoio tenha sido feito, garantindo que os candidatos são do PT e não dos grupos. Por sua vez, Chico de Dega externou que o PT está sem lado na eleição e que a candidatura de Uberdan teria nascido do seio do vereador Délcio Mascarenhas e do ex-prefeito Euvaldo Rosa. Com seu nome citado, Délcio teve a oportunidade de se defender das acusações em entrevista a Andaiá FM. Ele contou que ao ouvir as declarações de seu colega, ligou para o mesmo para conversar sobre essas acusações, “pra que bater tanto em Délcio Mascarenhas, nós somos amigos e não há necessidade para isso. Não sei para que todo esse desespero”. Segundo Délcio, Uberdan tem uma posição de independência, mas é oposição à administração municipal, também pelas denúncias que fez na tribuna, estando mais próximo do grupo do ex-gestor do que do atual. O edil explicou que na última quinta-feira (30) quando o grupo do prefeito estava reunido na casa de Chico de Dega, Uberdan estava reunido com o grupo da oposição, onde seu nome surgiu como sugestão citado por Luís do Alto, vice-presidente da Chapa e pelo atual presidente Marcos Có,“nesse momento foi feita uma ligação para o vice-governador eleito, João Leão, o deputado Cacá Leão e os mesmos endossaram essa chapa, tendo Fátima como primeira secretária e Tom como segundo secretário”, complementou. A respeito do candidato do seu grupo ter dito que não votava nele de forma alguma, caso o mesmo se candidatasse, Mascarenhas salientou que já tinha renegado a candidatura há muito tempo atrás. Demonstrando tranquilidade, o entrevistado garantiu que é preciso ter um pouco de calma, pois é um processo democrático e não adianta tanto desespero já que a postura de independência de Uberdan Cardoso fez com que o grupo o escolhesse.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...