28 novembro 2014

Deputado que liderou apoio a Dilma comemora proibição do PSB de participar do governo


O deputado federal eleito Bebeto Galvão – que liderou a comissão criada pelo PSB para apoiar a campanha presidencial de Dilma Rousseff na Bahia – comemorou a decisão do seu partido, que anunciou nesta quinta-feira (27) que filiados não poderão ocupar cargos no governo petista. Na avaliação do socialista baiano a independência propositiva “é a postura mais coerente para um partido que se apresenta ao país como uma alternativa política”. Bebeto acredita que a decisão é uma forma de manter vivo o legado deixado por Eduardo Campos. “Fico muito feliz porque irei estrear no Congresso com a sensação de que mantivemos firme a postura apresentada por nós durante a eleição, sob a liderança do nosso líder Eduardo”, declara Bebeto. Durante o segundo turno da corrida presidencial, o parlamentar eleito defendeu o alinhamento para aumentar a vantagem petista no estado. “O PSB teve candidatura própria na condição de terceira via, mas a sociedade mostrou que preferiu a polarização entre dois projetos. Nesse sentido, agora no segundo turno, entendemos que nós baianos precisamos reconhecer os muitos avanços sociais obtidos durante os governos Lula e Dilma", defendeu. (Bahia Notícias)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...