20 novembro 2014

'Délcio' evita falar sobre punição de vereador: "Não gostaria de tomar nenhum juízo de valor agora"

O vereador Luiz do Alto (PP) garantiu em entrevista a Rádio Recôncavo FM que o seu colega de partido Délcio Mascarenhas iria votar nele, que está sendo apoiado pelo grupo do prefeito Humberto Leite, na eleição da Câmara de Vereadores. Nesta quarta-feira (19), o vereador da oposição, que está apoiando o candidato Uberdan Cardoso na disputa e é aliado ao ex-prefeito Euvaldo Rosa, afirmou que não teve oportunidade de conversar com Luiz do Alto, que é do seu partido e grupo político, que possui sete vereadores na Casa. “Naturalmente na última reunião, onde deferimos a chapa da mesa diretora foi ele mesmo quem solicitou que colocasse Uberdan como candidato a presidente e ele como vice, referendado pelo atual presidente Marcos Có. Nesses últimos dias houve essa movimentação, ele renunciando a chapa, onde era o vice-presidente e indo para outra na qual seria candidato a presidente da Câmara”, explicou. Délcio salientou que ainda vai conversar com o edil, tendo em vista que o mandato é do partido e ninguém se elege sozinho, pois é necessário uma conjuntura, “você depende de toda estrutura do partido para se eleger, o vereador Luiz do Alto faz parte do PP e eu não gostaria de tomar nenhuma posição, nem emitir nenhum juízo de valor antes de conversar com o mesmo e avaliar junto com o partido toda essa situação”, destacou.Comentando-se em punição, o político evitou falar sobre isso, já que precisa, sobretudo, avaliar as questões internas partidárias. Ele externou que teve uma conversa com o presidente estadual do partido, o deputado João Leão e o deputado Cacá Leão e foi decidido sentar com todos do diretório municipal para que seja tomada alguma decisão. “Não sou contra a sua candidatura e sim ao contrário da forma que está sendo colocada. Eu acho que precisamos sobretudo esperar e buscar um entendimento e depois eu darei uma informação mais precisa sobre a situação”, frisou. Com relação à opinião de Cacá Leão e João Leão diante do fato, ele explanou que os dois estão em consonância e bastante afinados com o partido e Diretório Municipal, já que todas as decisões passam por eles. Indiretamente falando ao responder o questionamento sobre a opinião de João Leão, Délcio expôs: “Ele não faz simplesmente política para o momento e sim para longo e médio prazo, sem falar na confiança tremenda que ele deposita na nossa liderança no município e está muito cauteloso e tranquilo. Não quero me precipitar em afirmar nenhum tipo de posição, pois Luiz do Alto sabe que eu e ele temos o mandato no partido na cidade e temos o dever e responsabilidade de construir algo forte, preparando-nos para a eleição de 2016”.
Pedido de desculpas: Na tribuna da Câmara, o vereador Gilson Bastos solicitou um pedido de desculpas por parte do Vereador Délcio Mascarenhas por ter chamado alguns edis de bandidos. Sobre essa questão, Mascarenhas evitou polemizar dizendo apenas que fez suas colocações baseadas em sua visão, mas afirmou que pretende passar por essa situação logo, pois a eleição da Câmara está em foco. “Eu prefiro mudar a pauta, que é discutir a unidade do meu partido e não pedir desculpas a ninguém”, concluiu.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...