08 julho 2014

Alemanha dá maior surra no Brasil e estraçalha sonho do hexa

  • No dia em que deveria se mostrar credenciar definitivamente ao hexacampeonato, a Seleção Brasileira brindou o País com seu maior vexame na história das Copas do Mundo. Jogando no Mineirão, em Belo Horizonte, a equipe de Luiz Felipe Scolari levou cinco gols em 29 minutos e acabou humilhada pela Alemanha, que por fim venceu por 7 a 1. Nunca antes o Brasil foi tão surrado em uma Copa do Mundo, com direito a aplausos e “olé”. Uma vez antes o time levou cinco gols em uma partida, mas curiosamente terminou vencedor: na Copa de 1938, venceu a Polônia por 6 a 5. Foi a primeira vez que uma equipe fez 5 a 0 em apenas 29 minutos. Antes, a maior derrota brasileira era um 6 a 0 para o Uruguai, em 1920. O apagão brasileiro calou o Mineirão e estraçalhou o sonho do hexa de forma cruel. A equipe sem o lesionado Neymar e o suspenso Thiago Silva foi completamente dominada pela Alemanha e, sem qualquer brilho, parou no goleiro Neuer nas poucas vezes que o testou. Assim, a Alemanha foi aplaudida de pé e jogou sob gritos de “olé” dos próprios brasileiros. Ela chega à sua oitava final de Copa do Mundo – são três títulos (1954, 1974 e 1990) e quatro vices (1966, 1982, 1986 e 2002). O adversário será definido na quarta-feira, quando Argentina e Holanda se enfrentam às 17h (de Brasília) na Arena Corinthians, em São Paulo (SP). A decisão será no domingo, às 17h, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Já o Brasil ainda volta a campo para tentar deixar outra impressão no Mundial. Os jogadores comandados por Luiz Felipe Scolari vai enfrentar o time que for derrotado em São Paulo pelo posto de terceiro colocado. O jogo está marcado para as 15h, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).
  • FICHA TÉCNICA:
  • Brasil 1x7 Alemanha
  • Copa do Mundo - Semifinal
  • Local: Mineirão, em Belo Horizonte
  • Data: 08/07/2014
  • Árbitro: Marco Rodríguez (MEX)
  • Auxiliares: Marvin Torrentera e Marcos Quintero (MEX)
  • Cartões amarelos: Dante (Brasil)
  • Gols: Oscar (Brasil) Muller, Kross (2x), Schurrle (2x), Khedira, Klose (Alemanha)
  • Brasil: Julio César; Maicon, Dante, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Fernandinho (Paulinho) e Oscar, Hulk (Ramires) e Bernard; Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari.///Alemanha: Neuer; Lahm, Boateng, Hummels (Mertesacker) e Höwedes; Khedira (Draxler), Schweinsteiger, Kroos e Ozil; Muller e Klose (Schurrle). Técnico: Joachim Löw.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...