20 março 2014

Direção do CAPS de S. A. de Jesus respondem denúncias de falta de medicação e qualidade na alimentação dos usuários

Após várias denúncias de falta de medicamentos nas unidades do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas) em Santo Antônio de Jesus, a Diretora do Centro, Fabiana Andrade, em entrevista a Rádio Recôncavo FM falou sobre o assunto. Segundo Fabiana, alguns medicamentos estão em falta devido a um atraso do fornecedor do Estado. Ela informou ainda que a Secretaria de Saúde já entrou em contato com a distribuidora e em breve as farmácias estarão munidas das medicações que faltam. “Em um quantitativo de 60 medicações apenas cinco delas estão em falta devido ao atraso na distribuidora. Não é algo a ser generalizado”, salienta. Fabiana ressaltou também que o problema não é somente no município mais em toda Bahia, “a carência foi divulgada em rede estadual. Infelizmente a falta se dá nas medicações em que temos mais saída e em função disso, a população que necessita dos remédios fazem suas reclamações. Não é só um déficit em Santo Antônio de Jesus, outras cidades também estão sofrendo com o atraso na distribuição”, fala. 
Denúncias sobre a qualidade da alimentação, limpeza e lazer no espaço do CAPS: Na oportunidade o Enfermeiro responsável pela unidade, Josué Júnior, disse que em virtude disso, um equívoco está acontecendo e salientou que preza no bom atendimento aos pacientes e que o CAPS é salvaguardado de um leque de profissionais competentes responsáveis pelo bem estar, lazer e alimentação dos atendidos na unidade, “somos agraciados por psicoterapeutas, nutricionistas, enfermeiros e assistentes sociais, para atender aos pacientes. Um leque de atividades é oferecido”, informa. Em relação à qualidade da alimentação, visto que denúncias surgiram de que além da má qualidade estava sendo racionado, Josué disse que no que tange a quantidade e a qualidade da alimentação não houve alterações no cardápio, afirmando que nenhum paciente procurou a diretoria para se queixar sobre o fato, “o que vemos lá é a demonstração na satisfação do que é oferecido na alimentação dos pacientes. São 3 refeições diárias que são inspecionadas por nutricionistas, em um cardápio variado e balanceado”, fala. Ainda de acordo a diretora, semanalmente o cardápio é redigido por um nutricionista para melhor atender os usuários.
Em relação à higiene do espaço, Fabiana Andrade disse que, houve um momento em que o quadro de funcionários foi diminuído e que a única funcionária responsável pelo serviço de limpeza estava sobrecarregada, “o que pedimos é que os usuários dos serviços oferecidos pela unidade mantenham o espaço limpo na medida do possível. A limpeza é feita periodicamente. Uma nova funcionária foi remanejada para auxiliar na limpeza para ajudar no serviço”, informou. A diretora disse ainda que um serviço de ouvidoria está funcionando na Secretaria de Saúde para atender as reclamações e estão disponíveis para atender a todos os cidadãos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...