08 maio 2013

Preso suspeito de atirar em menina que morreu ao defender o pai, em GO


O comerciante George Araújo, dono de uma pizzaria e suspeito de balear uma menina de 11 anos durante uma briga com um cliente, se entregou à polícia nesta segunda-feira (6). Ele se apresentou por volta das 18h40 na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), de Aparecida de Goiânia. A informação é da delegada Marcela Orçai, titular da unidade e responsável pelas investigações do caso.
Preso suspeito de atirar em menina que morreu ao defender o pai, em GO Atingida por dois disparos, um na cabeça e outro na perna, Kerolly Alves Lopes teve morte cerebral, mas os aparelhos ainda não foram desligados. O suspeito teve a prisão preventiva decretada pela Justiça no último dia 30. Como a polícia não conseguiu encontrá-lo na época, ele era considerado foragido. Após se entregar nesta segunda, o comerciante fez exame de corpo de delito e foi levado para a Delegacia Estadual de Invetigação de Homicídios (DIH). Porém, como todas as celas estavam lotadas, ele irá passar a noite na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Goiânia. Geroge Araújo deverá ser apresentado na manhã de terça-feira (7), na DPCA. Ele responderá por homicídio duplamente qualificado, de acordo com a delegada. 
http://www.sajnoticias.com.br/
Kerolly Lopes, de 11 anos, teve morte cerebral constatada (Foto: TV Anhanguera)
O CRIME:
O  crime aconteceu, segundo a polícia, após uma discussão por causa de uma pizza entre o dono de uma pizzaria, George Araújo, e o pai da menina Kerolly, o serralheiro Sinomar Lopes, que era cliente do estabelecimento. A vítima e a irmã Pérola Alves Lopes, de 14 anos, abraçaram o pai quando viram a arma apontada para ele. O suspeito então atirou três vezes. Dois disparos atingiram a adolescente, na perna e na cabeça. O atirador fugiu do local. Ele teve a prisão preventiva decretada e está foragido.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...