03 maio 2013

Jovem morre em competição que premia grupo que toma mais chá

Uma competição que premia grupos que conseguem tomar a maior quantidade de tereré, bebida típica de Mato Grosso do Sul, terminou com a morte de uma jovem. Luana Priscyla Fernandes Soares, 21 anos, morreu dois dias após participar da disputa. A bebida é feita de água gelada e erva-mate. Na competição,  a equipe que tomasse mais tereré ganharia o prêmio de R$ 5 mil.Segundo o marido da jovem, Welton Godoy Miranda, 29 anos, aproximadamente uma hora e meia após o início do evento, Luana começou a passar mal e vomitou diversas vezes. "Ela foi ao banheiro e vomitou, estava com fortes dores de cabeça e com tontura", disse Welton ao G1. O hospital informou que a causa da morte de Luana foi Acidente Vascular Cerebral (AVC). Em nota, a emissora de rádio Blink 102, organizadora da competição, afirma que a jovem foi  prontamente socorrida por uma equipe do Samu que estava no local e levada para uma unidade de saúde.

Jovem morre em competição que premia grupo que toma mais chá O grupo de Luana era composto por dez pessoas. O marido dela era o líder. De acordo com Welton, o grupo tomou 54 litros da bebida em 3 horas, mas não foi o vencedor. De acordo com o G1, "A Maior Roda de Tereré do Mundo" é promovida pela emissora de rádio Blink 102 desde 2012. Shows musicais também são realizados durante o evento. Para participar da disputa do tereré, cada grupo deveria levar suas próprias garrafas térmicas e guampa, copo usado para tomar o tereré, além de uma bomba, objeto para sugar a bebida.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...