02 abril 2013

X9: Ferramenta permite rastrear quem fala mal do patrão na internet

“Como eu queria que meu chefe morresse lentamente... Não aguento mais aquele idiota. Ainda bem que só faltam 39 dias para o meu contrato acabar, daí vou ficar livre de olhar na cara dele”. Você se identificou? Já saiu dizendo isso por aí? Ou pior, postou no Twitter, no Facebook, no Tumblr e até no Instagram — com direito a foto? Se você ainda é desses que acha que internet é terra de ninguém, é melhor rever os seus conceitos. Para a alegria de patrões e desespero de empregados, pesquisadores do centro L3S, da Universidade de Hannover, na Alemanha, em parceria com a PUC-Rio, criaram o FireMe! (em tradução livre, Me Demita!). O site (goo.gl/Gxz3e) foi criado em junho do ano passado e nos últimos quatro dias, teve 75 mil acessos. De acordo com o desenvolvedor do projeto, o engenheiro de computação Ricardo Kasawe, a ideia para o FireMe! surgiu depois que ele assistiu a um seminário sobre as consequências da exposição de dados online.
“Ao sair do seminário, eu comecei a pesquisar no Twitter por vazamento de informações sensíveis — no caso, pessoas que falam mal do trabalho. Ao ver a quantidade abundante de casos, comecei a montar o site”, contou ao CORREIO Kasawe, que faz doutorado na Universidade de Hannover. Funciona assim: tudo que você postar, utilizando algumas palavras como “trabalho” e “chefe” combinadas com outras como “odeio” e “matar”, vai parar lá, em tempo real. Mas calma. Por enquanto, o site  monitora apenas os comentários postados no Twitter, em contas públicas. “É possível ampliar. Contudo, Facebook e outros (sites de rede sociais) possuem mais restrições de privacidade”, pontuou Kasawe.
X9: Ferramenta permite rastrear quem fala mal do patrão na internet

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...