12 fevereiro 2013

Homem chega em casa e interrompe o 'próprio' velório em Alagoinhas


Rio de Janeiro, 23 out (EFE).- Uma família de Alagoinhas, na Bahia, tomou um susto ao perceber que estava velando um morto desconhecido ao invés de um parente, que apareceu no meio do funeral, informou nesta terça-feira a imprensa local.
O homem dado como morto, Gilberto Araújo, de 41 anos e que trabalha como lavador de automóveis, assustou toda cidade no domingo ao aparecer vivo. Alguns chegaram a achar que se tratava de um fantasma.
“Houve um grande susto, algumas meninas desmaiaram. O povo saiu correndo e a rua ficou cheia de motos e automóveis”, disse Maria Menezes, que estava presente no funeral, em declarações à rede “Globo”.
Os parentes do “morto” explicaram que foram informados que Gilberto tinha sido assassinado no sábado durante um tiroteio, por isso foram ao necrotério fazer o reconhecimento e acabaram confundindo o familiar com um cadáver que ainda não foi identificado.
Araújo, que não visitava sua mãe há quatro meses, disse que foi informado por um amigo que tinha sido dado como morto e pediu para tomar um beliscão. O mesmo amigo disse que havia um caixão com um cadáver na sala da casa de sua família.
A vítima ligou para casa da sua mãe para tentar avisar sobre a confusão, mas a pessoa que atendeu o telefone achou que se tratava de um trote. A partir disso, Araújo achou melhor comparecer ao próprio funeral e desfazer o mal entendido.
Marina Santana, mãe de Araújo, disse que ficou “muito alegre” ao sabe que seu filho estava vivo, mas só se convenceu após dar “muitos abraços” nele.
O policial Glauco Suzart explicou que o corpo do desconhecido foi retirado da casa da família de Araújo e que voltará a investigar o assassinato desde o princípio. EFE
Homem chega em casa e interrompe o 'próprio' velório em Alagoinhas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...