24 março 2013

Ex-BBB detona Globo e reality: "Não te ajudam em nada, pensam só no deles"


Em 2009, quando a Globo levou ao ar a nona edição do "Big Brother Brasil", um dos assuntos mais comentados sobre o reality foi o temido quarto branco – nele, três participantes ficaram confinados em um pequeno cômodo, de onde só podiam sair para ir ao banheiro. Detalhe: por lá, tudo era branco, até mesmo as roupas dos hóspedes, o que criava um ambiente no mínimo assustador. E foi ali que Leonardo Jancu resolveu que não ficaria até o fim, dando o sinal que o eliminou do programa. Aliás, muito se especulou sobre sua saída: ele garante que foi a forma que encontrou para encerrar sua participação sem perder o contrato. 
Ex-BBB detona Globo e reality: "Não te ajudam em nada, pensam só no deles"Hoje, quatro anos depois, o ex-participante parece não se imaginar mais em tal situação. E nem estamos falando de quarto branco ou provas extremas. Leo não tem a menor dúvida ao dizer que não voltaria ao "BBB". "Porque não é meu estilo de vida, quem entra não está preocupado com nada aqui fora. Eu me preocupo com minha reputação aqui. Lá dentro, tem de estar disposto a tudo, passar por cima de tudo. Não faço o que for para ganhar R$ 1 milhão", afirmou em conversa com o Flashland.
Analisando a atual edição do programa, que contou com seis ex-participantes, Leo acha que a estratégia não deu muito certo. "Acho que não tem muito a ver, quem já esteve lá não consegue ter experiência para ganhar o jogo, porque cada ano muda. Claro que uma coisa ou outra vai te favorecer, mas o ingrediente certo para ganhar não existe", analisou ele, que está torcendo para Fernanda. "Ela é uma pessoa do bem, está sendo verdadeira, apaixonou-se de verdade. O Nasser, por exemplo, faria de tudo para ganhar o programa, está sempre preocupado com as câmeras", refletiu Jancu. Além de Fernanda e Nasser, Natália e Andressa seguem na disputa do "BBB 13". E por falar em Andressa, Jancu vai processar a sister, que disse que ele teria saído do jogo por estar em abstinência de drogas. "(O processo) já está sendo feito."  
Formado em administração e prestes a abrir um restaurante japonês, o ex-BBB de 29 anos diz que participar do reality não o favoreceu, como muito imaginam. "Foi uma experiência legal, mas me favoreceu, de verdade, durante um ano, já que fiz eventos. Mas vejo mais contras do que prós. Ex-BBB fica marcado para sempre. Tenho uma faculdade, sou formado, mas é muito difícil entrar em uma empresa sendo ex-BBB. Isso não aconteceu comigo, porque trabalho por conta própria, mas muita gente já me falou isso", revelou. "De certo modo, há um preconceito. Não me favoreceu em absolutamente nada. É um contrato miserável de seis meses. A Globo não te ajuda em nada, pensam só no deles", desabafou ele, que reconhece a atenção que recebe do público.  "Acho legal, você vê que foi bacana, que tem o carinho das pessoas", disse ele, que, após ter problemas com uma trombose em janeiro passado, está, segundo suas palavras, "zerado". Terra

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...