06 fevereiro 2013

Sócio da boate Kiss deixa hospital e vai para presídio

O empresário Elissandro Spohr, sócio da boate Kiss, recebeu alta hospitalar no final da tarde desta terça-feira (5) em Cruz Alta, no Rio Grande do Sul. O investigado estava sob custódia da Brigada Militar desde a semana do incêndio que matou 238 pessoas na casa norturna emSanta Maria. Kiko, como é conhecido, prestou depoimento à polícia em Cruz Alta e, logo depois, foi levado para a Penitenciária Regional de Santa Maria. Ele chegou à casa prisional por volta das 21h30.
Sócio da boate Kiss deixa hospital e vai para presídio
Após deixar o hospital, Kiko seguiu para a delegacia. Inicialmente, os policiais informaram para a imprensa que o sócio da boate seria encaminhado para a Penitenciária Modulada de Ijuí. Porém, após prestar depoimento, Elissandro teve como destino o presídio de Santa Maria. Para preservar a integridade física do cliente, a defesa de Kiko solicitou à Justiça que ele não fosse levado o presídio localizado no município onde ocorreu a tragédia. Kiko teve a prisão preventiva decretada por ser investigado devido ao incêndio durante a festa na casa noturna. Hospitalizado em Cruz Alta, ele se recuperava de complicações no pulmão, por ter inalado a fumaça gerada pelo fogo que atingiu a boate. O outro sócio da boate, Mauro Hoffmann, o produtor da banda Gurizada Fandangueira, Luciano Augusto Bonilha Leão, e o vocalista Marcelo de Jesus dos Santos também estão detidos no Presídio Regional de Santa Maria. G1

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...