05 janeiro 2013

Cabelo que não responde a tratamento aponta outros problemas

Você já tentou de tudo, mas seus cabelos continuam opacos, ressecados e sem vida? Vamos analisar o problema do começo. Se já seguiu os conselhos do seu cabeleireiro e usa bons produtos, está na hora de ir mais fundo. Em certos casos, fios com aspecto de mal tratados podem representar outros problemas, sem relação com os cuidados diários. Leila Bloch, dermatologista especializada em cabelos e membro da ISHRS (Sociedade Internacional de Cirurgia da Restauração Capilar), aponta os principais motivos que podem alterar a saúde das madeixas. Acompanhe.
Cabelo que não responde a tratamento aponta outros problemas
Hormônios - Disfunções hormonais como problemas na tireoide, nos ovários ou na hipófise podem afetar os cabelos, que ficam mais frágeis, ressecados, quebradiços e finos, o que contribui para a queda. Ou seja, se você acha que suas madeixas não andam muito bem, é bom marcar uma consulta com o endocrinologista.
Genética - É ela que determina a natureza do seu cabelo, a espessura e o volume dos fios, a tendências de ter madeixas brancas antes ou depois dos 40 anos e, para os homens, a possibilidade ou não de ficar calvo. Quer ter um prognóstico de como seus cabelos ficarão? Observe os fios de seus pais e avós. Mas é possível driblar vários desses problemas com cosméticos e medicamentos. A indústria está cada vez mais avançada. Entretanto, é preciso ficar claro que enfrentar a genética não é fácil. Por isso, procure o especialista em cabelos, o tricologista.
Alimentação - Já deve ter ouvido a frase "você é aquilo que você come". No caso do cabelo, isso se aplica perfeitamente, uma vez que a falta de nutrientes como zinco, ferro e cobre pode deixar os fios mais frágeis e propensos à queda. "Diariamente devemos consumir 12 mg de ferro (presente nas carnes vermelhas e vegetais de folhas escuras), 15 mg de zinco (que está na carne vermelha, frango e peixe) e 3 mg de cobre (existente na farinha de soja, lentilha, aveia)", alerta Leila Bloch. Ao seguir uma dieta balanceada, esses nutrientes automaticamente agem no couro cabeludo e no bulbo, favorecendo a beleza dos fios. Sem eles, será mais difícil manter uma cabeleira saudável e bonita.
Uso excessivo de química - Não é novidade, mas vale ressaltar que o uso intensivo de chapinha e secador, além de tratamentos químicos como tinturas e alisamentos agridem imensamente as madeixas. Sempre que possível, vale deixar esses inimigos de lado, mas se não der, invista em hidratações regulares e use um leave-in termoprotetor antes de submeter os fios às fontes de calor. Se você não dispensa a química, converse com seu cabeleireiro e pergunte sobre o ritual diário que deve seguir para compensar o desgaste das madeixas. Uma coisa é certa: quanto mais se faz procedimentos no cabelo, mais ele precisará de cuidados diários para recuperar a umidade, a vitalidade e o brilho. (Terra)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...