03 janeiro 2013

Após perder 280 kg, britânico pede cirurgia para retirada de 50 kg de pele


O ex-homem mais pesado do mundo já perdeu cerca de 2/3 do seu peso máximo, mas agora necessita uma operação para remover o excesso de pele, herança de quando Paul Mason, 51, pesava 445 kg. Morador de Ipswich, uma cidade estuaria no sudeste da Inglaterra, Mason fez uma cirurgia há dois anos e hoje pesa 160 kg, conta o tabloide britânico Daily Mail. Segundo a publicação, no começo de 2011 ele precisou de ajuda dos bombeiros para ser levado ao hospital, onde realizou uma cirurgia de redução de estômago paga pelo NHS, o SUS britânico. Na época em que estava mais pesado, Mason tinha uma dieta de 20 mil calorias por dia. Isso é cerca de 10 vezes o que um homem adulto necessita para suprir suas necessidades diárias. Hoje ele deseja perder ainda mais peso, e o modo para fazê-lo é a remoção cirúrgica de cerca de 50 kg em excesso de pele. No entanto os médicos o advertiram que a operação somente deve ser feita após ele manter seu peso estável por, ao menos, dois anos.
Após perder 280 kg, britânico pede cirurgia para retirada de 50 kg de pele
Paul Mason diz que o excesso de pele o atrapalha em suas caminhadas, que o ajudariam a perder ainda mais peso. "Minha pele se divide. A pele atrás do joelho se rasga devido o peso do excesso. Está certo eles dizerem isto [para esperar pela cirurgia], mas isso se aplica àqueles que não têm tanto peso ainda por perder."Ele conta ao Daily Mail que começou a ganhar peso quando tinha cerca de 20 anos, época da morte do seu pai e de complicações na saúde da mãe.
Com o aumento do peso, Mason se tornou incapaz de caminhar e teve de abandonar seu trabalho como carteiro. Até o ponto em que ficou preso a uma cama, necessitado de cuidados 24h. No auge do seu vício por comida, ele conta que comia quatro porções de 'fish and chips' (prato típico na Inglaterra, com peixe e batata fritos), acompanhado de dois kebabs (prato semelhante a um beirute). E isto apenas no almoço. Seus petiscos ao longo do dia somavam 40 pacotes de salgadinho, enrolados de salsicha e outros salgados.
Em 2002, bombeiros tiveram de quebrar a parede da sua casa para que um guindaste o retirasse e levasse ao hospital, onde passou por uma cirurgia de hérnia de disco. Hoje, mais móvel, e com o objetivo de voltar à escala de dois dígitos, ele agora sonha em se estabelecer como joalheiro, vendendo joias em sua cidade natal e na internet, e escreve um livro relatando sua experiência, esperando esclarecer as pessoas em relação aos distúrbios alimentares. "Retomar o controle da sua vida é recompensador, você passa a fazer o que quer e ver as coisas sob outro ângulo", conta Paul Mason, um terço do homem que um dia foi. (UOL)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...