10 dezembro 2012

Elize Matsunaga acionou PM e relatou "ameaça" do marido 25 dias antes do crime

Elize Matsunaga acionou PM e relatou "ameaça" do marido 25 dias antes do crime
Elize Araújo Kitano Matsunaga, ré confessa do assassinato do marido, o empresário Marcos Kitano Matsunaga, telefonou 25 dias antes da data do crime à Polícia Militar para denunciar a vítima por “ameaça”. O G1 teve acesso ao áudio de 2 minutos e 32 segundos gravado pelo serviço de emergência da corporação na noite do dia 24 de abril deste ano. A bacharel em direito está presa preventivamente até seu eventual julgamento. Ela confessou ter atirado e esquartejado o diretor da Yoki, com o qual foi casada e tem uma filha de pouco mais de um ano, no dia 19 de maio, no apartamento do casal, na Zona Oeste de São Paulo. De acordo com depoimentos de Elize, o crime ocorrido em maio foi passional, cometido “sob forte emoção” após ela ter sido “injustamente provocada pela vítima”. À Polícia Civil, havia dito que a vida conjugal não era “harmônica” e pensava em se separar. Alegou ainda que respondeu a uma agressão de Marcos após discussão sobre a descoberta da traição dele. 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...