25 novembro 2012

Camila Pitanga celebra bom momento na carreira e na vida pessoal

Muito diferente da sofredora Isabel, a sua personagem em Lado a Lado, novela das seis da Globo/TV Bahia, Camila Pitanga, 35 anos, vive um bom momento na carreira e na vida pessoal.

Em abril deste ano, a atriz carioca surpreendeu o público ao interpretar a ex-prostituta Lavínia, que se envolve em um triângulo amoroso com tórridas cenas de sexo e nudez no filme Eu Receberia as Piores Notícias de Seus Lindos Lábios, de Beto Brant e Renato Ciasc. “Foi um papel muito diferente de tudo o que eu já fiz. Passei a me sentir uma artista”, diz. 

Além disso, segundo a ferramenta Controle da Concorrência, Camila é a mulher que mais transmite credibilidade ao público, por isso, lidera o ranking de artistas que mais aparecem em comerciais televisivos deixando nomes como Ivete Sangalo e Neymar para trás. 

Camila também se dedica ao trabalho de mãe de Antonia, 4, fruto de seu casamento com o diretor de arte Claudio Amaral Peixoto, de quem se separou em julho de 2011. “Ela é linda. E não é porque é minha filha, não”, brinca a atriz, que é muito ligada à família. 


Lázaro Ramos  
Filha do ator baiano Antonio Pitanga e de Vera Manhães e irmã do também ator Rocco Pitanga, que, atualmente, pode ser visto como o Felipe, na reapresentação de Da Cor do Pecado (2004), Camila agregou os amigos à sua família. Foi assim com o ator Lázaro Ramos, que vive o Zé Maria, seu par romântico na trama. “Ele e a Taís Araújo tratam meu pai como se fosse o pai deles”, conta a atriz. 

Foi em Insensato Coração (2011) que Camila e Lázaro - ou Lazim, como ela o chama  carinhosamente - tornaram-se parceiros. “Quando o vi pela primeira vez, fiquei impactada pelo talento e pela força do grande ator que ele é. Somos amigos de verdade”, revela. 

O sucesso dos dois em cena  como o casal Carol e André, na trama de Gilberto Braga, rendeu o convite para protagonizar a atual novela das seis. “Está sendo maravilhoso contracenar novamente com o Lazim e trabalhar com o Dennis Carvalho”, diz, referindo-se ao diretor de Lado a Lado.


Nova fase 

Camila também está satisfeita com a virada de Isabel, que sofreu várias humilhações na primeira fase da trama. Para Camila, tudo serviu para mostrar a força da personagem: “Ela é uma mulher batalhadora, de fibra”. 

Nos próximos capítulos, o romance de Zé Maria e Isabel será retomado, após nova confusão. Albertinho (Rafael Cardoso), porém, continuará cercando a dançarina: “A novela ainda terá cenas marcantes, que exigem muita dedicação e uma carga emocional grande”. 

A nova fase de Isabel exigirá da atriz um contato maior com a dança e com a música - tarefa que não será difícil para ela. “Sempre soube dançar e sambar, não é novidade para mim. A música é muito presente na minha vida”, conta Camila, que também está antenada nos  novos artistas e namora o cantor baiano Lucas Santtana. 

Ela tem ouvido o cantor paulista Curumin e o inglês James Blake. “Eles são radicalmente diferentes. Tenho um gosto musical aberto”, conta. Desde sua estreia na televisão, na minissérie Sex Appeal (1993), Camila tem colecionado triunfos. Um deles, na pele da abusada garota de programa Bebel, de Paraíso Tropical (2007), novela que deu a ela a chance de se consagrar no concorrido elenco global. Foi depois desse papel que a morena conquistou de vez a admiração de Gilberto Braga, que já manifestou o desejo de vê-la como presidiária Júlia Matos/Sonia Braga, no remake de Dancin' Days (1978). 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...