13 junho 2012

'Viciada em silicone' já injetou até óleo de soja para ter bumbum gigante


A americana que gastou aproximadamente 15 mil dólares (quase R$ 30 mil) em injeções de silicone para aumentar o quadril revelou como funciona o mercado dos procedimentos estéticos em um novo livro “Shot Girls”.
Vanity Wonder, de 30 anos, é mãe de dois filhos e mora no Centro-Oeste dos Estados Unidos. Ela revelou como se viciou nesses procedimentos com o intuito de aumentar seu bumbum. Em “Shot Girls”, ela mostra detalhes de suas próprias experiências em busca de injeções e como se tornou assistente de um médico do mercado negro. 

Vanity revelou ao jornal britânico “Mail Online” que o médico tratava mulheres das mais variadas faixas etárias: desde adolescentes de 17 anos trazidas por suas mães a idosas de 70 anos. Segundo Vanity, seu objetivo ao escrever sua própria história era mostrar um pouco sobre esse mundo secreto. "Muitas pessoas falam mentiras sobre as mulheres que recebem essas injeções. É uma coisa secreta e decidi contar às pessoas", disse ao jornal. 

Vanity diz que, ao contrário do que pensam, as mulheres que se submetem a esse tipo de procedimento não estão tentando agradar a um homem ou deprimidas. “Elas querem que a imagem que veem no espelho coincida com a imagem que têm de si mesmas em sua cabeça”.
A americana sabe dos riscos desse tipo de procedimento e tem visto as mortes de mulheres que injetaram até selante de pneus e cimento. Ela admite que sua experiência pode ter sido perigosa porque ela não sabe o que foi injetado nela. "Nas duas primeiras vezes, era uma senhora que aplicava as injeções. Perguntei o que era e ela disse ser óleo de soja”, contou. "Das outras vezes sei que foi silicone".

O livro serve como um aviso às mulheres que ficam tentadas por esse tipo de procedimento no mercado negro pelo baixo custo e pelos resultados rápidos das injeções. Vanity disse que parou quando quase foi presa e percebeu que, se alguma coisa acontecesse com ela, não poderia mais cuidar de seus filhos. Ela se diz insatisfeita com seu corpo atual. “Quero dizer às pessoas para parar de trilhar esse caminho porque alguém pode morrer." revistamarieclaire

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...